MDNA o álbum da DÉCADA

3/30/2012 01:11:00 da tarde 0 Comments

Finalmente recebemos o nosso MDNA e podemos dizer que ficamos de boca aberta com o resultado final. Se Madonna não chegou à perfeição com MDNA, podemos dizer que esteve muito perto!! Eis a nossa opinião faixa-a-faixa:

GIRL GONE WILD: Já existe pouco a dizer sobre esta faixa que é sem duvida uma das melhores do álbum com um som magnifico e refrão viciante.
NOTA: 20 / 20

GANG BANG: É uma faixa que começa de uma forma muito sombria e que nos vai conquistando com o passar do tempo. Não é amor à primeira vista, mas é uma faixa que nos conquista.
NOTA: 18 / 20

I'M ADDICTED: Deus veio à terra e o resultado foi "I'm Addicted", esta faixa tem algo de épico. Desde o primeiro preview que foi lançado desta faixa que nós ficamos com grandes esperanças para esta musica. É uma das musicas que nos provoca arrepios de tão boa que é. Cada inicio de refrão é algo extraordinário. Possui um instrumental que é dos melhores em todo o álbum. Devia ser um dos single de MDNA e vejo-o a ser a musica que vai abrir ou fechar o concerto da nova Tour.
NOTA: 20 / 20

TURN UP THE RADIO: Embora seja uma faixa muito boa, tenho que dizer que não fiquei 100% satisfeito com ela. Tenho muita pena que a Madonna não tenha desenvolvido aqueles violinos que tocam por 1 ou 2 segundos e que depois desaparecem, acho que teria dado um ar superior a utilização dos violinos nesta musica. No entanto, volto a repetir que é uma faixa muito boa e que deverá ser single, pois é muito "radio-friendly".
NOTA: 19 / 20

GIVE ME ALL YOUR LUVIN': Acho que esta faixa faz mais sentido agora com o álbum do que fazia como single, ao contrario do que muita gente afirmava. Não tem um som muito "MADONNA", é certo, mas dá ao album um ar jovem e descontraído, o que só vem ajudar o MDNA.
NOTA: 17 / 20

SOME GIRLS: Foi uma das grandes surpresas do álbum, principalmente por ser uma das faixas que não teve direito a preview, gosto imenso do som pesado que ela tem, no entanto não acho que deva ser single, mas com a Madonna nunca se sabe. É uma faixa muito boa, mas existem muito melhores no álbum. | NOTA: 17 / 20

SUPERSTARS: É provavelmente a musica cujo o som faz ligação entre "Give Me All Your Luvin'" e o resto do álbum. Tem um som muito de banda de colégio misturado com a electrónica pesada utilizada no resto do álbum. Tem uma letra magnifica e é uma das musicas que nos faz sentir felizes ao ouvir-la.
NOTA: 19 / 20

I DON'T GIVE A: Esta é a segunda vinda de Deus à terra neste álbum. O som épico e ao mesmo tempo jovem é simplesmente extraordinário. O refrão é simplesmente viciante, a participação de Nicky Minaj nesta faixa só a melhora e dá um ar actual que nos dá vontade de ouvir outra vez e dançar até ficarmos sem folgo, e o final da musica é de arrepiar de tão bom que é. TEM de ser single de MDNA, será um grande erro se não chegar a single, pois esta é sem duvida uma das melhores faixas do álbum.
NOTA: 20 / 20

I'M A SINNER:  E de repente voltamos aos anos 90, fez nos lembrar o "Beautiful Stranger". Basicamente se "Beautiful Stranger" fosse feita hoje em dia teria este som. Não somos grandes fãs desta faixa, é engraçada, mas não é tão boa como as outras.
NOTA: 16 / 20

LOVE SPENT: Adoramos, adoramos, adoramos!!! Os acordes que nos fazem lembrar "Hung Up" fazem desta musica algo do outro mundo. E depois temos a mudança brutal a meio da musica que nos deixa de boca aberta. É uma experiência que correu muito bem.
NOTA: 19 / 20

MASTERPIECE: Não à muito a dizer sobre esta faixa. É um dos melhores exemplos da razão que nos levou a ficar super-entusiasmados quando soubemos que William Orbit ia se juntar a este projecto. É provavelmente uma das baladas mais bonitas feitas pelos 2 desde "Frozen".
NOTA: 20 / 20

FALLING FREE: Orbit + Madonna = Baladas. Esta é daquelas faixas que parecem ter saído de Ray Of Light. É uma faixa magnifica para fechar o primeiro CD.
NOTA: 18 / 20

BEAUTIFUL KILLER: A única razão porque esta faixa está apenas na versão deluxe é só mesmo para levar as pessoas a comprar a versão deluxe. Arrisco-me a dizer que está no Top 3 de melhores faixas do MDNA. A voz de Madonna nesta faixa está magnifica e é outra das faixas que mostra o poder de uma orquestra numa musica dance, algo que devia ter sido explorado em Turn Up The Radio. Esta 3ª vinda de Deus à Terra é outra que me provoca arrepios, exactamente a partir de 2:08 até 2:57. Estes segundos fazem desta faixa uma das melhores do album e que devia ser já o proximo single, ou então devia ser single no Outono, porque é muito boa.
NOTA: 20 / 20

I FUCKED UP: Sinceramente, não sou grande fã desta faixa e acho que está no sitio certo, no CD 2.
NOTA: 16 / 20

B-DAY SONG: Não existe musica no álbum inteiro que grite mais diversão do que esta faixa. Esta musica faz-nos saltar como se fossemos crianças é uma musica que nos põe com um sorriso na cara. A participação de MIA, de facto, é um bocado escusado. Adoro o final onde todos gritam Happy Birthday!!!!
NOTA: 18 / 20

BEST FRIEND: É provavelmente uma das musicas mais esquisitas do MDNA, e também não somos grandes fãs da faixa. Melhora ao refrão, mas soa um bocado às batidas do Timbaland durante os anos 90.
NOTA: 16 / 20

GIVE ME ALL YOUR LUVIN'(Party Rock Remix): E como Madonna é inteligente pôs o melhor remix de Give Me All Your Luvin' a fechar o 2º CD. Confesso que gosto mais deste remix do que a versão original.
NOTA: 20 / 20